Conteúdo do site

Como organizar os dados de pesquisa

Organização de arquivos de dados

  • Separe os arquivos de pesquisa de seus arquivos pessoais – não os mantenha juntos.
  • Use pastas – agrupe arquivos dentro de pastas.
  • Siga os procedimentos recomendados – verifique se há diretrizes estabelecidas em sua equipe ou departamento.
  • Adote descrições padronizadas e detalhadas. Caso use siglas, lembre-se de fornecer, junto aos dados, uma lista de siglas e seus significados.
  • Nomeie pastas apropriadamente – de acordo com o Nome do Projeto, ou seu Nome, tópicos, etc.
  • Seja consistente – ao desenvolver um esquema de nomeação para suas pastas, fique com ele.
  • Mantenha os dados protegidos por senha – utilize senhas difíceis de serem decifradas e atualize periodicamente.
  • Arquivos ativos e arquivos antigos – tente manter em locais separados.
  • Controle o versionamento – utilize sequências numéricas ou datas: DD-MM-YYYY
  • Mantenha Backups – assegure-se de manter cópias em seu computador, USB e nuvem. 

Melhores formatos para preservação 

  • Dados textuais: XML, TXT, HTML, PDF, Open Office
  • Dados tabulares (incluindo planilhas): CSV
  • Bancos de dados: XML, CSV
  • Imagens: TIFF, PNG
  • Áudio: FLAC, WAV, MP3
  • Compressed: ZIP
  • README files: TXT

Organize sua Documentação de Dados 

A documentação de dados é o suporte à compreensão pois reúne as informações que acompanham dados para fornecer contexto, explicação ou instruções sobre os dados, avisos de confidencialidade, permissões de uso ou reutilização de dados. A documentação de dados serve para que outras pessoas e o próprio autor compreendam o que são seus dados. Confira cinco práticas para documentar dados:

  1. Cite a fonte dos seus dados
  2. Defina seus dados usando um dicionário de dados
  3. Descreva todo o pacote de dados usando uma especificação de dados ou arquivo leia-me
  4. Rastreie a linhagem de dados para visualizar seu pipeline de processamento de dados
  5. Capture o ambiente reproduzível e o fluxo de trabalho de todas as alterações feitas nos seus dados

A documentação de suporte pode incluir:

  • Citação: As citações de dados devem incluir, no mínimo:
    •  Criador(es) ou contribuidor(es)
    • Data da publicação
    • Título do conjunto de dados
    • Editor
    • Identificador (por exemplo, Handle, ARK, DOI) ou URL da fonte
    • Versão, quando apropriado
    • Data de acesso, quando apropriado
  • Dicionário de dados

  • Leia-me – especificação de dados
    • Coisas a incluir em sua especificação de dados:
      • Título
      • Criador(es), sua afiliação e informações de contato
      • Acesso e compartilhamento
        • Instruções de acesso
        • Licenças e termos de uso
        • Software necessário para usar ou compreender os dados
  • Relatórios e publicações finais de projetos
  • Cadernos de laboratório
  • Questionários ou guias de entrevista
  • Metadados: Title, Description, Creator, Funder, Keywords, Affiliation

Itens e conjuntos de dados compartilhados devem ser comunicados adequadamente para garantir transparência, clareza, compreensão, replicabilidade e facilidade de uso.

Recomendação geral: siga os Princípios F.A.I.R. (do inglês – Findable, Accessible, Interoperable, and Reusable), qualidades que garantem que os dados são Encontráveis, Acessíveis, Interoperáveis e Reutilizáveis.

Rodapé do site

Rua da Praça do Relógio, 109 - Bloco L – Térreo - 05508-900 - Cidade Universitária, São Paulo, SP
(011) 3091-4195 | atendimento@abcd.usp.br

Siga-nos nas redes sociais

© 2015 - 2024 ABCD - Todos os direitos reservados | Apoio: Apoio Fapesp

Pular para o conteúdo